Amores carreiras

Carris reforça duas carreiras após desabamento na Linha Azul do Metro Economia Siza Vieira Há 11 Horas. ... Foi assim, com os seus 5 amores, que Ronaldo celebrou o título italiano. Domingos José Soares de Oliveira (September 28, 1936 — March 23, 2019) was a Brazilian actor, playwright, stage director, TV host, poet and filmmaker. After getting a bachelor's degree in Engineering, he got involved in amateur theatre and soon started to get involved with cinema, specially with the Brazilian New Wave (Cinema Novo) movement. Paperback. Condition: New. Language: Portuguese. Brand new Book. Sofia e Gisele, duas belas e brilhantes jovens, amigas desde a faculdade, avançam em suas carreiras com sucesso. Gisele é Pediatra, ela vive seu cotidiano com amores sem amanhãs. Sofia, Cardiologista, se questiona sobre sua vida amorosa e sonha de um encontro ideal. Priscilla Rozenbaum, Actress: Carreiras. Priscilla Rozenbaum was born on August 8, 1960 in Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil. She is an actress and writer, known for Carreiras (2005), Separações (2002) and Amores (1998). She was previously married to Domingos de Oliveira. Livros na Amazon.com.br: aproveite as ofertas de eletrônicos, livros, eBooks, Kindle e mais Este artigo analisa a percepção das mulheres executivas que chegaram ao topo da hierarquia organizacional das grandes empresas no Brasil sobre os desafios à sua carreira. Letra para Amores de Barrio por Zona Infame Oficial feat. Sloowtrack & Bulper. Y como no me va querer si estuvimos juntos ayer otra vez Entre por la ventana Antes de que... amores e preconceitos. RAE - Eletrônica, v. 9, n. 1, Art. 3, jan./jun., 2010. ... constatou-se a relação entre as percepções sobre duas competências das carreiras inteligentes (Knowing how e ... Acompanhe os amores, carreiras e interesses de quatro ex-colegas de classe. 8. 'Silver and Gold' Amazon Tetsuo Morita, um imprestável, tem no jogo uma forma de desopilar sua raiva pela vida. Sem ...

Escritor a beira do colapso

2020.09.30 21:06 pla-to Escritor a beira do colapso

Olá, Brasil
hoje venho lhes apresentar meu dilema. Gostaria de saber se os senhores podem me auxiliar, pedindo desculpas antes mesmo de começar a me explicar, tendo em vista o tamanho do post que abaixo segue. Para quem possuir a paciência e a resignação de ler até o final, só me faz possível agradecer e lhe estender um virtual e fraternal abraço.
tl;dr>! sou bipolar e gosto de escrever, não tenho um puto no bolso pq anos de estudos de filosofia e literatura me tornaram incapaz de conviver de maneira adequada nessa sociedade doente, peço que avaliem meu trabalho para que eu saiba se há futuro para mim na escrita e, também, que me ajudem com conselhos profissionais, doações ou de qualquer outra forma para que eu possa sair da cidade em que resido e busque um lar em São Paulo.!<
Vamos lá:
Me chamo Dillon Hagar (meu pseudônimo literário) e tenho ~30 anos. Sou formado em direito e administração com pós em direito penal e processual penal, não que isso me seja muito relevante sobre quem sou, acredito estar mais relacionado com minha história.
Venho de uma família brasileira típica: meu pai e minha mãe são pessoas honestas que sempre trabalharam (muito) para buscar oferecer o melhor para meu irmão e eu. Apesar da extrema formalidade que compele o viver dos dois, sei por fato e história o quanto eles nos amam. Meu pai sempre foi um cara absurdamente estourado e - até recentemente - acreditei que isso era apenas seu jeito de ser, afinal o cara já engoliu alguns sapos da vida (principalmente de sua falecida mãe).
Talvez pelo fato de ser tão estourado, permiti por muito tempo que minhas escolhas fossem feitas por mim, afrontar seus nervosismos só me gerava ainda mais ansiedade. Sempre me foi difícil o necessário pisar em ovos com ele, já que somos pessoas absolutamente distintas. Seu ideal de justiça é através da imposição da violência enquanto sou apenas um advogado que valoriza o debate, defende as garantias e direitos individuais e conhece um pouco das mazelas do nosso maravilhoso Brasil.
Fiz uma faculdade (duas, se prezar pela especificidade) que me habilitaram em uma profissão que não tinha e nem tenho a menor intenção de exercer. Sou advogado inscrito na OAB/SP, porém tudo que gostaria de fazer é rasgar minha carteira e escrever... Mas tudo bem, quem não é advogado hoje, não é mesmo?! Está ai a primeira vaidade formal que meus pais têm sobre mim que não faço questão.
Tenho um irmão mais velho (programador) que, com muito trabalho e talento, conquistou seu lugar ao sol nesse caótico mundo e foi morar em outro país, longe do julgamento dos velhos.
Para o caçula, restou apenas buscar se adequar a sociedade de uma cidade do interior paulista (~180k habitantes, ~450km da capital) e tentar ganhar algum dinheiro, porém, como fazemos isso quando não há oportunidades e se é um desarticulado?
Aos melhores empregos, não possuo a experiência. Para os demais, sou mais qualificado do que deveria. Sou um monstro em pele de homem, vagando por uma cidade que não parece ter o interesse de recepcionar o diferente.
Veja bem, estimado leitor. Sei o que sou e, acredito que aqui, seja o momento ideal para dizer o bestial ser que lhes redige este biográfico texto. Minha sinceridade é inata, não posso me mostrar por menos, não me sentiria bem comigo mesmo se não soubessem quem realmente é aquele que lhes pede algo.
Há alguns anos - graças a uma maravilhosa ex-namorada psicóloga - contrariado pelos meus pais que sempre viram saúde mental como tabu, decidi buscar ajuda profissional para tratar o vazio existencial que existe/ia dentro de meu peito. Após 6~8 anos de terapia e pelo menos outros 6 de clínica psiquiátrica, me deparei com o diagnóstico de um distúrbio de personalidade, "Transtorno de bipolaridade tipo 2", dizem os médicos. Como gosto de informalidades, prefiro chamar apenas de "meus demônios".
"Meus demônios" por muito tempo foram seres antagônicos dentro de mim, me aterrorizavam madrugadas a dentro, cochichando terríveis segredos em meus ouvidos. "Nunca serás o suficiente", "aqueles que dizem te amar riem de ti", "se tens medo de monstros olhe bem para dentro de si: tu és o monstro de quem teme". Nada legal, não?!
Medicação e terapia me tornaram inteiros, ao menos o suficiente para que tomasse as forças necessárias para meu "salto de fé", me fazendo no começo do ano finalmente deixar o ninho e buscar continuar somente com a força de minhas próprias pernas. A felicidade e a esperança, como bem sabem do ano de 2020, talvez tenham sido mal colocadas.
Surpreendentemente, mesmo com as coisas nesse plano de existência estarem indo em vertiginoso declínio, me encontro de certa forma bem e feliz comigo mesmo. "Meus demônios" agora são seres integrados em minha convivência e, com a força do estudo da filosofia (valeu Platão, estoicos, Nietzsche e demais) e outros literatos, descobri que não deveria mais temer minha patologia. Aprendi que ela sou eu e eu sou ela, essa "bipolaridade" que me faz navegar tão rapidamente entre humores é tão somente parte de quem sou. Se antes terapia e remédios eram minha cura, hoje digo com propriedade que aprendi ser minha própria mirtazapina. Se antes chorar de manhã e sorrir de tarde eram um problema, hoje aprecio o fato de lacrimejar enquanto escuto Avril Lavigne (que mulher!), mais tarde me abraçar ao som de Dream Theater e me odiar durante as madrugadas com Witchcraft ou Void King. Música, filmes e livros: ai está minha eterna companhia.
Pois bem, caríssimos estranhos. Sou o que sou e não lhes nego! Talvez esse seja o maior trunfo do anonimato: a possibilidade de ser quem quiser ser sem o prejuízo de julgamentos. Espero que minha sinceridade não lhes seja ofensiva ao decoro, para os que até aqui chegarem agradeço de coração sua insistência.
Ok, ok, divago! Vamos voltar ao ponto central e motivo desse texto: Não tenho amigos e não tenho emprego. O primeiro se deve ao fato de que sou quem sou: aprendi a duras verdades que em uma cidade deste tamanho existem mais pessoas dispostas a lhe julgar do que entender. Geralmente fogem quando confesso ser bipolar ou quando descobrem que não tenho medo de estar em contato com meus sentimentos. Que coisa não?! Em pensar que o que todos buscavam era verdadeira conexão e honestidade nas relações. Mas tudo bem, quem lhes redige sabe que sua intensidade pode ser exigente demais da disponibilidade dos outros, procuro não julgar os que me negam.
Já para falta de emprego talvez seja uma consequência lógica do primeiro: Em entrevistas de emprego costumo ser brutalmente honesto com meu empregador (afinal não é o que pedem?), ainda há pouco me perguntaram qual o meu salário ideal, quando respondi minha quantia, balançaram a cabeça em sinal negativo e disseram que era incompatível. Quem sabe não tenha sido o mais inteligente de minha parte dizer que "talvez o senhor não devesse fazer perguntas que não lhe agradam a resposta, achei que me perguntavas o que eu queria, não que buscasse adivinhações". Sim, sou este tipo de ser. Novamente perdão se lhes ofendo, reafirmo não ser minha intenção. Convido-lhes para uma reflexão, amado desconhecido: poderia eu, sendo quem sou, responder diferentemente?
Pois bem, venho fazendo o que todo jovem advogado têm feito: ofereço serviços jurídicos a preços módicos (que costumeiramente adapto aos meus clientes como forma de lhes ajudar). Sou criminalista mas somente atendo um seleto tipo de criminosos: àqueles a quem se não oferecido um serviço jurídico, muito provavelmente seriam engolidos pela máquina punitiva do Estado e integrados ainda mais a criminalidade. Não advogo para partidos criminosos e muito menos para criminosos de carreira, minha intenção é ajudar e não livrar-lhes de culpa. Talvez percebam aqui os motivos de porque não me restar dinheiro...
A fim de dedicar ainda mais honestidade à este texto, digo-lhes que tenho sim uma amiga. Uma sócia-comparsa, somos advogados e trabalhamos juntos coletando moedas enquanto tentamos ajudar, um pássaro de asa quebrada por vez.
Novamente divago, perdão. Ao ponto então: bem, como já devem tê-lo percebido, meu negócio é a escrita. Amo escrever, estudo latim por hobby, leio dostoievisk por esporte. Escrevo poemas, poesias, cartas, o que quiser. Dedico aos meus amigos e conhecidos aquilo que posso oferecer: no meu caso é o que coletei em meus 30 anos de existência. Você tem um problema amoroso? Ótimo! Sou teu brother e lhe farei uma carta ou um poema para que sares o coração, ó jovem apaixonado! Lhe incomoda a ansiedade saber que em breve terá que defender seu TCC? Maneiro, meu parceiro! Dedicarei à ti minha próxima carta sobre como deve se lembrar que em outra época, também já se apavoraste com o vestibular mas, ainda assim sobreviveste. Aproveito para lhes endereçar esta pergunta: Como se sentiriam se alguém lhes dedicasse uma carta sobre um problema que você confessou ter? Enfim, acho que pegaram o fio da meada.
Atendendo ao meu cósmico chamado, neste mês de setembro (setembro amarelo, lembro), silenciei meus demônios e passei a publicar alguns de meus textos, cartas e poemas em meu facebook particular. Alguns receberam mais likes que outros, alguns nenhum. Devo dizer que me dói saber que minha escrita às vezes não é apreciada.
Ao verem uma suculenta oportunidade, meus "dêmos" foram atiçados e voltaram a sussurrar. A minha vantagem é que neste momento, estando um bocado mais forte que antes, pensei que talvez não devesse eu ceder a régua que me mede à mão de pessoas que porventura não são verdadeiramente amigas. Improvável mas possível...
Sem dinheiro, sem perspectiva e sem companheiros, resto sozinho vivendo em um apartamento quase de favor com um conhecido. Gostaria de me mudar para São Paulo e conhecer todas aquelas pessoas estimulantes que pertencem àquele maravilhoso lugar, porém, como, se não disponho de condições nem para minha terapia e psiquiatra? Às vezes sinto que minto para as duas quando digo que estou bem, em ordem de fazer diminuir o número de sessões e medicamentos que preciso despender. Mando meu amor para as duas: não fosse por elas e os descontos absurdos que me proporcionam (na terapia, pago menos da metade; na psiquiatra, 1/3), talvez eu não estivesse me sentindo tão radiante. Não é lindo quando profissionais se despem de sua autoridade e tocam outro humano apenas como um humano?
Pois bem, venho até este maravilhoso sitio eletrônico e lhes peço: sejam meus juízes! Convido-lhes ao meu julgamento e de meu trabalho. Serei eu um bom escritor? Existe um ofício por trás destra escrita? Poderia eu tudo abandonar e - quem sabe finalmente - me encontrar alinhado e instrumentalizado pelo senhor universo através da bela e indescritível energia cósmica enquanto escrevo? Acredito que o tempo e os senhores podem me dizer...
Encaminho o link de meu tumblr (tumblr pra escritor br, ok, isso é ainda de se analisar), nele encontrarão algumas de minhas escritas publicadas nesse mês de setembro. Caso a paciência e a boa vontade acompanhem os senhores e senhoras, peço gentilmente que leiam, avaliem e sentenciem neste post o que considerarem pertinente. Caso estejam cansados de minha presença e queiram buscar apenas o poema mais lido, acredito que tenha sido este.
Para aqueles que realmente creem no valor de meu trabalho, também anexo um link para doação em paypal, onde aceito qualquer valor que puderem me ceder. Por ora, fica desabilitado a possibilidade de subscreverem em assinatura as doações, antes avaliarei se há futuro para mim nesse negócio de escrita.
E para você, que precisa de alguém que lhe escreva uma carta, um poema, uma poesia, ou que tenha, sabia ou queira um empregado escritoredatofaz tudo, sabia que recebo pedidos por email ( DillonHagarF ARROBA gmail PONTO com ) ou até mesmo através desse post ou direct.
Há aqueles que me chamarão de tolo por acreditar na bondade de estranhos na internet, devo lhes dizer que não me importo. Somente atendo minha própria natureza assim como acredito que cada um deve atender a própria. Estejam todos abençoados e em paz: aos que me ajudarem, mais, aos que me ignorarem, em igual proporção.
Por fim, agradeço todos que chegaram até aqui. Vocês são seres maravilhosos e o dom de sua curiosidade proporcionou a um desconhecido na internet um momento de felicidade. Um profundo e sincero obrigado! Sintam-se amados até mesmo por quem lhes desconhece!
submitted by pla-to to brasil [link] [comments]


2020.09.20 17:54 afroboy334 Tô atribulado

De todos os meus amigos, eu sou o único que não namora ou não namorou até agora e isso me deixa meio confuso.
É uma luta constante entre um lado da minha cabeça falando "vai lá, compra aqueles fone bluetooth daora, parcela em 10x, se declara pra ela e mete 5 filhos logo" e o outro falando "investe 30% do seu salário, compra esse fone daora só quando o que você tem quebrar, só vá atrás de mulher depois que você tiver se estabelecido (casa, carreira, sonhos e objetivos), tá carente? Tem aquela garota de programa gostosinha pô só 120 a hora".
Acabei de excluir uma mina de todas as redes sociais e eu acho que ela era o amor da minha vida mas foda-se eu tenho dinheiro e tudo que eu quero a um clique de distância, meu pau é grande (isso não é uma vantagem em algumas situações mas é bonito) e tô bem fisicamente e mentalmente (???) E é isso bom domingo a todos amo vocês
submitted by afroboy334 to desabafos [link] [comments]


2020.09.16 16:18 ZeroWan Haverá clube com a massa adepta mais dividida do que a nossa?

Ontem, por curiosidade, fui ver o jogo à casa do Benfica do sítio onde estou a viver neste momento. É raro frequentar o local pois uma parte dos clientes assíduos são bem mais velhos e são claramente incapazes de criticar o que quer que seja relativo ao Benfica, foi bem rápido que percebi que quem quer que abrisse a boca para criticar o pino suiço, o Almeidinhos ou o melhor treinador do mundo eram rapidamente corridos a "deves ser tripeiro", "se não gostas do Benfica, que estás aqui a fazer?" e coisas semelhantes. Porém, também havia adeptos com noção da situação do nosso clube e que sabem que apesar do amor que sentem pelo emblema, criticar com o objectivo de melhor é uma opção perfeitamente válida. No fim do jogo alguns dos "Vieiristas" mais acérrimos quase iniciaram uma bela duma cena de pancadaria com os adeptos mais descontentes. Infelizmente, esta casa é a imagem do nosso clube.
O Presidente: Amado por uns, detestado por outros. - Teve a sua importancia na história do clube, mas já há muito ultrapassou o prazo de validade, para ele o Benfica é um negócio e o dinheiro está sempre à frente do sucesso desportivo. É impressionante o talento que é gerado e nutrido no Seixal e ainda mais impressionante a facilidade com que o vendemos mal haja hipótese de o papá Mendes tirar o seu. Espero com imensa curiosidade o dia em que este mafioso deixe de ter a protecção que o nosso clube lhe dá e que seja justamente condenado por toda a merda em que está envolvido. Infelizmente, com a alteração dos estatutos, calculo que se escapar às eleições de Outubro, nas próximos eleições só se vão poder candidatar sócios com bigode e com o segundo nome Filipe.
O treinador: O treinador mais sobrevalorizado do futebol português. Um treinador que já treina DESDE 1990!!! mas que aparentemente só começou a trabalhar em 2009. Um treinador que no nosso clube, apesar da matéria prima à qual teve acesso, passou uma vez a fase de grupos da Champions em 5 anos (O Rui do bombo passou 2 vezes em 3 anos). Um treinador que só conhece uma forma de jogar futebol, 4-4-2 ultra ofensivo e desiquilibrado e que, quando é apanhado por oposição de igual qualidade ou superior, não sabe jogar de outra forma. Um treinador que perdeu 2 campeonatos para o Vitor Pereira.
Alguns jogadores: O "capitão" de equipa (desculpa Jardel, obrigado por todos galos, feridas e negras mas já não dá mais) Almeidinhos e o seu side kick Pizzi. 2 jogadores que estatisticamente são muito bons no nosso campeonato mas que quando a qualidade da oposição aumenta, demonstram que um Benfica com estes referentes nunca será mais do que adequado para consumo interno. Lembram-se de quando o Bruno Fernandes estava cá e havia dementes que diziam que o Pizzi era melhor jogador? Ou quando diziam que o Almeidinhos devia ir à selecção à frente do Cancelo ou do Semedo porque tinha melhores estatísticas? Pois é, há muito benfiquista assim.
Neste momento, o nosso clube é uma bomba relógio e não há nada de entre estes 3 factores que ajude a acalmar todas as tensões, felizmente não há público nos estádios porque calculo que neste estado iria haver confrontos entre benfiquistas nas bancadas da Luz. A solução para isto? Um reset completo. Uma vitória nas eleições de um candidado sério como Noronha Lopes, um treinador adequado à filosofia do clube onde o objectivo não seja apostar nos jovens para vender mas sim para serem o núcleo do plantel, criar referencias que passem a carreira na Luz. Comprar jogadores de fora só em última necessidade e comprar pela certa. Enfim, sonhos...
Para já, vou continuar a sofrer a ver o meu Benfica em casa e ver gente que não ama o Benfica a festejar relatórios de contas, finais de ligas europas perdidas e contratações para comissões como se fossem esses os reais objectivos de um clube com a grandeza, a história e o potencial do meu Benfica.
submitted by ZeroWan to benfica [link] [comments]


2020.09.16 03:37 girlsk8 Desabafo

Por onde eu começo... há uma semana tive uma briga feia com minha mãe. Sou extremamente retraída com meus sentimentos, mas depois de 19 anos vivendo uma vida que nunca escolhi, decidi me impor. Minha mãe sempre deixou claro que sua filha deveria seguir os passos dos pais (no ramo jurídico), porém ainda na escola pude descobrir meu amor por arte, desde pinturas renascentistas a artes de rua.
Minha professora e meus amigos constantemente me incentivavam a continuar nesse caminho, e eu desconversava sabendo como isso seria visto dentro de casa (mais especificamente como minha mãe veria isso)! Diversas vezes tentei falar sobre artes com a ela, mas é sempre a mesma coisa: “isso não dá dinheiro”, “ninguém consegue sobreviver assim”, “não há mérito nenhum em ser artista”... enfim: uma luta em vão. Meu pai, por outro lado, sempre foi amável e atencioso comigo, deixando claro que gostaria que eu seguisse a mesma carreira dos dois, mas nunca me impedindo de sonhar com outras oportunidades.
Mal acabei a escola e minha mãe começou a me “ajudar” a escolher uma faculdade. É ridículo a falta de importância que ela dá para as minhas decisões. Então, depois de pensar muito, comprei latas de tinta e escondi debaixo da minha cama. Decidi que mostraria minha arte de qualquer maneira: falei a minha mãe que ficaria na casa de uma amiga (que apoia totalmente minha escolha de carreira), mas fui para uma praça que é conhecida pelos seus grafites, e decidi tentar algo novo. Foi libertador para eu finalmente deixar uma marca, mesmo que não seja um dos melhores desenhos que já fiz, me senti orgulhosa.
Ao mesmo tempo estou em conflito, nunca havia feito nada sem meus pais saberem, e isso me deixa em extremo conflito. Talvez seja por isso que eu esteja escrevendo agora, não sei o que devo fazer...
submitted by girlsk8 to desabafos [link] [comments]


2020.09.12 04:13 jujubadejurubeba Sobre se casar e ter filhos sendo LGBT

Hoje me peguei pensando que talvez eu queira, sim, me casar e ter um filho (ou dois). Aos 26 anos, é uma possibilidade que volto a considerar.
Nunca gostei de crianças. Ou melhor, creio não levar jeito com elas, mas de ter minha própria casa e família sempre foram sonhos meus. Por muito tempo, contudo, foram objetivos dos quais eu havia desistido para focar nos estudos e minha carreira acadêmica. Já até havia me esquecido deles, inclusive!
Acompanho um canal no YouTube de um casal jovem que adotou um menino recentemente, tem documentado todo o processo de adoção, adaptação e dia-a-dia com o filho e isso fez com que eu retomasse ou voltasse a sentir esses meus desejos.
O pensamento de transferir, além de amor, claro, conhecimento para uma versão em miniatura de mim mesmo é algo que me enche de alegria! Mas foi algo que sequer passou pela minha cabeça por muito tempo e também não é algo que farei pelos próximos anos. Até os 30 ou com 30, talvez, mas, não agora.
E vocês? Sei que tentamos nos desprender da heteronormatividade, dos conceitos de família impostos por ela, da ideia de que somos obrigados a nos casar e ter filhos para sermos minimamente aceitos e não vistos como promíscuos, etc, mas quantos de vocês também sonham em se casar e ter filhos? É algo que quiseram desde sempre ou em algum momento reconsideraram também?
P.S.: Fui contar a minha mãe que acho que estava mudando de ideia sobre não ter filhos no futuro e ela desligou nossa chamada aos berros de tanta alegria. Os pais de vocês se agradam com o pensamento de serem avós também?
submitted by jujubadejurubeba to arco_iris [link] [comments]


2020.09.11 15:51 leandrok09 Decidido a mudar de carreira que eu mal comecei. Help me

Olá redditors, seguinte, não sou inteligente para ser um programador CHEGAAA. Esgotei TODA paciência. Pelo amor de deus chega de tortura, essa merda é superestimada no sentido de dizerem que é fácil. Quem não se lembra da notícia do morador de rua que criou um app com uma “ajudinha” de um programador. O dev publicou no Twitter e saiu na TV, nos jornais. Pois bem, o morador de rua dias depois paradoxalmente disse que não pretendia criar mais aplicativos e seguir carreira, mesmo sendo lá nos EUA que os salários de programadores são ridiculamente altos. Eu deveria ter feito a porra de um concurso nível médio com salário de 1500 a 2000 e ter aproveitado a vida. Aí mais a mesma rotina sempre cansa? Sim, e foda-se, cansa muito mais ter 29 anos e não ter se encontrado na vida, ser humilhado o tempo todo por ser um marmanjo vivendo com os pais desempregado. Pais, parentes, vizinhos conhecidos dando pitaco na sua vida isso é extremamente desgastante, já pensei em suicídios diversas vezes. Essa merda me causou um complexo de inferioridade que eu NUNCA mais vou conseguir superar, e agora to correndo atrás do prejuízo porque fui estudar o que tinha “afinidade”, pensando que era uma boa. TUDO em programação é passível de crítica o tempo todo. TUDO precisa ser pensado 500 vezes, ter estudado 1001 coisas. NÃO aguento mais. Quero recomeçar a vida do zero basicamente, quais as opções que eu tenho POR FAVOR ME AJUDEM? Até posso operar em um pc mas QUERO PASSAR LONGE DE QUALQUER PROFISSÃO RELACIONADA A TI. Concurso ainda vale a pena?
submitted by leandrok09 to desabafos [link] [comments]


2020.09.05 23:52 hericdk A pandemia me ajudou a desistir de relacionamentos, e estou achando isso ótimo!

Por muitos anos me sentia mal pelo fato de ver outras pessoas se relacionando e eu sempre sobrando no rolê. ( Na adolescência isso foi um dos gatilhos da minha depressão que durou dos 16 até os 24 anos ), mas de algum tempo pra cá tenho me acostumado cada vez mais em viver bem comigo mesmo.
Comecei a usar o Tinder desde o começo do lançamento pra conhecer mulheres pq eu não levo jeito de "chegar" na balada, festas, lugares etc, mas nunca encontrei ninguém com quem eu me sentia a vontade ou confortável. De lá pra cá sempre apagava os apps quando entrava em alguma furada ou alguem que me fazia sentir mal. ( As histórias são muitas e de todo tipo). Nunca entendi pq nunca dava certo e isso me deixava mal as vezes... Até que com o tempo fui perdendo o interesse e me dedicando mais aos estudos e o trabalho, e com isso fui saindo menos até começar a sair com alguém só 2 ou 3x por ano.
A última pessoa que conheci por apps foi em novembro do ano passado. Foi uma situação engraçada pq combinavamos em muitas coisas e resolvi tentar algo sério, mas ela ainda pensava muito no ex e não deu certo. Acabou que resolvi dar um tempo para os apps de novo e de conhecer outras mulheres. E com isso veio a pandemia e ter que ficar o tempo todo em casa, me fez pensar muito em como é confortável estar só.
E com o passar do tempo fui gostando e me sentindo confortável, mês que vem eu completo 30 anos, 30 anos sem nunca ter namorado ou saber o que é o amor, mas eu cheguei num momento que estou amando minha vida, moro sozinho, tenho uma carreira ótima, estou fazendo MBA da USP, tenho amigos incríveis, meu psicológico está ótimo, e percebo que não preciso depender de outra pessoa para me fazer feliz ou completo emocionalmente.
submitted by hericdk to desabafos [link] [comments]


2020.08.26 08:20 FlickerSet Certamente meu pai trai a minha mãe. Meio que já sei o que fazer, mas preciso desabafar

Olá, Reddit
Sou um membro regular do Reddit, mas em minha outra conta. Criei esta conta especificamente para desabafar sobre isso.
O ponto é: meu pai trai minha mãe. Ou pelo menos, tenta trair. Eu descobri isso uns tempos atrás. Talvez um ano? Entretanto, nos últimos dias tenho tido mais certeza. Principalmente hoje, porque vi no Facebook trocas de mensagens com várias mulheres. Não cheguei a ler alguma conversa em específico, pois a janela de tempo era curta, mas as últimas mensagens não deixam dúvida alguma. "Oi amor" em uma conversa, "apaga tudo ok" em outra, e por aí vai. As atitudes dele também são suspeitas. Ele arrumara um smartphone uns dias atrás, mas logo logo se desfez dele - creio eu por minha mãe perguntar a senha de desbloqueio. Ele chega em casa tarde do trabalho às vezes.
Essa situação me destrói. Eu levo muito a sério o compromisso psicológico com os sentimentos das pessoas que depositam sua confiança em mim, e creio que esse compromisso é fundamental. Tenho desprezo pela atitude de traição - seja ela em nível de relacionamento amoroso, empresarial, fraternal, ou qualquer outra. É importante observar que, depois de amadurecer, a gente vai aprendendo a desprezar atitudes, e não desprezar as pessoas automaticamente porque elas possuem uma atitude que a gente despreza. Ninguém é perfeito.
Eu amo o meu pai. Ele é um excelente pai. Nós já passamos por dificuldades financeiras no passado, mas ele sempre trabalhou arduamente para não deixar faltar as coisas em casa. Ele sempre faz coisas para agradar a mim e ao meu irmão (e à minha mãe também). Ele sempre esteve ao meu lado para me apoiar nos momentos difíceis, e sempre me deu bons conselhos. Esse comportamento terrível não anula nada disso.
Mas eu odeio muito esse comportamento. Muito mesmo. Penso que se um dia for traído dessa maneira, ficarei totalmente arrasado psicologicamente. Eu jamais -JAMAIS - vou fazer algo assim.
Minha decisão foi de guardar para mim esse segredo terrível por hora. Minha mãe não tem profissão paga para se bancar. Nós só temos uma casa, e meu pai não ganha o suficiente para bancar a si mesmo com aluguel, e ainda sustentar a família morando separadamente. Meu irmão está começando a desengatar na carreira profissional agora, e eu parei a faculdade para seguir alguns projetos pessoais de empreendedorismo que estão começando a dar frutos - mas ainda vai um tempo até eu ter uma renda considerável. A pandemia cortou 80% do que eu ganhava no meu trabalho temporário, e o auxílio não é o suficiente (e nem confiável o suficiente) para eu poder assumir esse compromisso de sustentar a família.
Eu pretendo guardar isso comigo até eu ter dinheiro para bancar a minha mãe tranquilamente. Quando isso acontecer, vou confrontar o meu pai individualmente, forçando-o a abrir o jogo com a minha mãe - conflito do qual serei mediador, para evitar escalonamentos gravíssimos, papel este que já desempenho na relação familiar.
Vim ao subreddit para desabafar. Não posso desabafar com meu irmão, porque ele é impulsivo. Não posso desabafar com minha namorada, porque ela não conseguiria esconder o desprezo. Não posso desabafar com algum amigo próximo, porque sinto que seria estranho desabafar por texto sem o véu do anonimato, e o COVID me impede de desabafar pessoalmente.
submitted by FlickerSet to desabafos [link] [comments]


2020.08.22 21:30 peyoterain Pai sempre foi desempregado

Um resumo: Alguém aqui tem experiência com pai desempregado que nunca trabalhou seriamente na vida?
Então, tenho 25 anos e meu pai está com 52. Desde quando eu me entendo por gente, meu pai nunca teve um emprego fixo e sempre viveu sobre as asas da irmã dele. Atualmente estou num mestrado e pretendo seguir carreira acadêmica, sei que não é uma carreira maravilhosa, mas é aquilo que eu escolhi pra minha vida e mantenho o foco nisso. Só que fico preocupado em ter que bancar meu pai, pois parece que ele nunca irá mudar, além de que imagino que seja chato uma vida sem uma profissão. Ele nunca foi um pai ruim, sempre me deu amor e carinho, fez mais o papel de mãe do que a própria. Hoje em dia ele trabalha de Uber e tem tendências alcoólatras, quando em sua juventude aspirava a ser músico, mas acredito que seu temperamento não ajudou.
Gostaria que compartilhassem suas histórias pois eu me sinto com alguma obrigação de ajuda-lo, mesmo também sentindo que não será o suficiente.
submitted by peyoterain to desabafos [link] [comments]


2020.08.09 04:36 NinguemNoReddit Não me perguntem, apenas leiam

Tudo começa com uma novela sobre pedofilos e sem lacraçao. Em 24 de março de 2027, ela começou a bombar. Uma história eu irei te contar, mas preste atenção se não você vai chorar, de ver o lucccccca nessa história, já que ele é incrivelmente bosta em golf. Em um certo dia, dois fazendeiros que produziam essa novela desistiram da produção. Agora todos estão morrendo de fome pois estão sem pão parar comer durante a produção da série. Então viram LuCa jogando golf muito bem e pensaram em investir em sua carreira porque o sucesso já vem, mas no fim das contas não aconteceu porque o lucccccccca é burro. Tão burro que ele passou no enem com nota maxima e no presinho também. Por isso muitos almejavam seu poder de criar bosta desenvolvendo varios inimigos, sendo o principal deles o Mr. Catra porque, como no passado Mr. Catra era um grande jogador de golf no cenário esportivo e luccccaaaa vivia perdendo nas competições para o hexacampeão, ao tirar uma nota maior que ele nos testes, lucccca podia esbanjar de sua cara e se igualar ao Mr. Porém quando foram parar na produção da novela em 13 de agosto de 2028 algo estranho aconteceu. Mr. Catra disse que era um tic toker, kpoper e jogador de free fire. Isso invocou a ira de LuCa que decidiu que precisava agir. Então chamou seus amigos e formou os Samurais Secretos com o objetivo de se aliar aos bolsominions para empurrar a terra para um lugar seguro. Mas todo mundo esqueceu o lucccca no espaço. Então ele acabou morrendo de altoasfixia. Mas para fingir que ele não morreu, o Chupa Cabra começou a se passar por ele para disputar com o Chupa Cu apesar do Mr. Catra não saber o que calhou na invençao de uma chupada interdimensional que criou uma fenda onde todos que olhassem teriam o cu comido. Para resolver isso, o Mr. Catra inventou o portal interdimecional que levava todos a galáxia Hublon onde havia um planeta chamado São Paulo B24 onde poderia abrigar vida humana. Depois de 2 anos estabilizados no novo planeta, a produção acabou a novela na 8 temporada. Porém o resultado foi uma bela merda e deixou a produção falida. A fim de ajudar, luccccaaa decidiu vender todas as suas ações que possuía na sexshop corporation. Porém isso era uma mentira, pois estavam fazendo corrupção e desvio de dinheiro. Mr. Catra descobriu isso e contou à polícia local que ao investigar descobriu que o LuCa era na verdade o Chupa Cabra disfarsado e o verdadeiro LuCa estava morto. Sabendo disso Mr. Catra ficou muito triste e sozinho. Começou a ter depressão por não ter ao seu lado seu maior inimigo. Mas eis que chega voando do céu, como Jesus, montado numa nuvem e usando uma capa rosa, era LuCa, ele estava vivo. Mr. Catra perguntou como isso era possível e LuCa disse que já que tinha asma ele não respirava a muito tempo, então a autoasfixia não teve efeito nele. Então imponente, ele falou que veio salvar o mundo e disse as seguintes palavras: "Preparem-se para a encrenca! Encrenca em dobro! Para proteger o mundo da devastação! Para unir as pessoas de nossa nação! Para denunciar os males da verdade e do amor! Para estender o nosso poder às estrelas!"
EU QUEIMO MINHA ROSCA POR ISSO SOU YAAAAAAGGGGG!!!!!!
FIN
submitted by NinguemNoReddit to maiconkusterkkkkk [link] [comments]


2020.08.09 04:35 NinguemNoReddit História aleatória (não me perguntem, apenas leiam)

Tudo começa com uma novela sobre pedofilos e sem lacraçao. Em 24 de março de 2027, ela começou a bombar. Uma história eu irei te contar, mas preste atenção se não você vai chorar, de ver o lucccccca nessa história, já que ele é incrivelmente bosta em golf. Em um certo dia, dois fazendeiros que produziam essa novela desistiram da produção. Agora todos estão morrendo de fome pois estão sem pão parar comer durante a produção da série. Então viram LuCa jogando golf muito bem e pensaram em investir em sua carreira porque o sucesso já vem, mas no fim das contas não aconteceu porque o lucccccccca é burro. Tão burro que ele passou no enem com nota maxima e no presinho também. Por isso muitos almejavam seu poder de criar bosta desenvolvendo varios inimigos, sendo o principal deles o Mr. Catra porque, como no passado Mr. Catra era um grande jogador de golf no cenário esportivo e luccccaaaa vivia perdendo nas competições para o hexacampeão, ao tirar uma nota maior que ele nos testes, lucccca podia esbanjar de sua cara e se igualar ao Mr. Porém quando foram parar na produção da novela em 13 de agosto de 2028 algo estranho aconteceu. Mr. Catra disse que era um tic toker, kpoper e jogador de free fire. Isso invocou a ira de LuCa que decidiu que precisava agir. Então chamou seus amigos e formou os Samurais Secretos com o objetivo de se aliar aos bolsominions para empurrar a terra para um lugar seguro. Mas todo mundo esqueceu o lucccca no espaço. Então ele acabou morrendo de altoasfixia. Mas para fingir que ele não morreu, o Chupa Cabra começou a se passar por ele para disputar com o Chupa Cu apesar do Mr. Catra não saber o que calhou na invençao de uma chupada interdimensional que criou uma fenda onde todos que olhassem teriam o cu comido. Para resolver isso, o Mr. Catra inventou o portal interdimecional que levava todos a galáxia Hublon onde havia um planeta chamado São Paulo B24 onde poderia abrigar vida humana. Depois de 2 anos estabilizados no novo planeta, a produção acabou a novela na 8 temporada. Porém o resultado foi uma bela merda e deixou a produção falida. A fim de ajudar, luccccaaa decidiu vender todas as suas ações que possuía na sexshop corporation. Porém isso era uma mentira, pois estavam fazendo corrupção e desvio de dinheiro. Mr. Catra descobriu isso e contou à polícia local que ao investigar descobriu que o LuCa era na verdade o Chupa Cabra disfarsado e o verdadeiro LuCa estava morto. Sabendo disso Mr. Catra ficou muito triste e sozinho. Começou a ter depressão por não ter ao seu lado seu maior inimigo. Mas eis que chega voando do céu, como Jesus, montado numa nuvem e usando uma capa rosa, era LuCa, ele estava vivo. Mr. Catra perguntou como isso era possível e LuCa disse que já que tinha asma ele não respirava a muito tempo, então a autoasfixia não teve efeito nele. Então imponente, ele falou que veio salvar o mundo e disse as seguintes palavras: "Preparem-se para a encrenca! Encrenca em dobro! Para proteger o mundo da devastação! Para unir as pessoas de nossa nação! Para denunciar os males da verdade e do amor! Para estender o nosso poder às estrelas!"
EU QUEIMO MINHA ROSCA POR ISSO SOU YAAAAAAGGGGG!!!!!!
FIN
submitted by NinguemNoReddit to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.28 16:35 OmikePepino Como fui de um Nice guy para um cara realmente legal. Kkkkkk

(para auxiliar na voz, eu sou um homem baixo de 25 anos) kk Oi, Luva, Editouros, gostosos e gostosas que estão acompanhando. Eu gostaria de contar a história de como eu fui um nice guy do qual tenho vergonha e ter sido. A história é grande mas eu juro que o "final" É a melhor parte
Em meados de julho de 2017 eu fazia uso do app do foguinho vulgo "chindler". Fazendo uso do app, eu dei match com uma garota gostosa e burra do jeito que eu gosto (é meme kk) nós conversamos pelo Tiinder e mesmo antes de nos encontrarmos eu já tive meu momento draminha em um assunto meio delicado. Eu sou tatuador, mas na época era apenas um aprendiz sem tatuagens visíveis. Certo dia falei pra ela que tinha intenção de fazer tatuagem na mão por que achava bonito (hoje tenho). Ela disse "se você fizer acho que eu não teria coragem de ficar com você". Não compreendi a motivação dela de dizer isso e disparei "Não vai ser agora que vou me privar de algo que eu gosto. Fui criado por uma família religiosa e já fui privado de uma infância e também de uma juventude saudável, não será agora que eu ou arrumar mais correntes pra me brecarem". Sinto que exagerei nesse momento, ela disse que falei de forma rude, chorou e blablabla. Eu, inocente como até hoje sou, me senti extremamente mal por tê-la magoado. Então pedi desculpa nos resolvemos, então marcamos de nos encontrarmos (no mesmo dia em que entrei para um estúdio de tattoo como aprendiz [pior coisa que fiz] kkk). O estúdio sugava minha sanidade de um lado por me fazerem de escravo, e ela do outro por achar que eu era responsável pela felicidade dela. Eu não podia dar presentes pra ela mas ela queria lanche quase sempre mas eu não recebia pra trabalhar no estúdio. Era simpesmente trabalhar e observar pra aprender algo útil. Nesse vai e volta (dependendo da reação do publico a essa história conto o quão agonizante foi pra mim esse "vai e volta" <3), quando era novembro, aniversário dela, eu queria fazer uma surpresa pra ela, peguei um trocado emprestado com meu irmão (50R$) e comprei uma caixa de doces gourmet com minha amiga e dei de presente pra ela. Ela adorou mas nessa altura nosso relacionamento já estava muito desgastado. (Foi no dia do aniversário dela também quase a matei trocando os medicamentos dela acidentalmente mas não assumo toda a culpa por isso mas é história pra outro momento). No mesmo final de semana desse ocorrido, ela quis ir só Outback, e eu, como um cavalheiro que sou, me senti na obrigação de pagar para ela. Peguei 200 reais emprestado com meu pai e a levei (foi Rolê mais humilhante do meu ponto de vista). Foi eu ela e alguns amigos. Um dos amigos dela falou que se mudaria para Portugal e pra encurtar, ela usou isso de pretexto pra dar total atenção pra ele (ficava abraçada com ele na minha frente enquanto eu estava sozinho sem ter assunto com os amigos dela) e me ignorou totalmente. Me senti deslocado e humilhado. Mas assumo total responsabilidade por não ter aceitado antes que não havia mais um relacionamento. Quando íamos embora ela anunciou que iria pra casa de um amigo dela em Suzano (amigo gente boa. Não desconfio que tenha rolado nada entre elas mas na época eu era ciumento e não compreendia) mas foi nesse momento que me caiu a ficha. Eu desisti de tentar, fui seguir minha vida, sai do estúdio pois não tinha mais sanidade pra permanecer. Fui cuidar de mim e esperar a notícia do término. Então, durante uma festa de halloween, eu fui o maquiador da turma. Enquanto eu fazia uma maquiagem que seria a campeã da competição de fantasia, veio a mensagem: "Michael. Quero terminar" Apesar de já saber disso eu fiquei quebrado, não consegui dizer nada além de "a gente pode ao menos conversar pessoalmente?" Ela disse que não queria me ver ainda. Pra eu esperar uma semana que ela viria até mim ou eu iria até lá. Eu estava muito depressivo e tenho anemia crônica. Meu peso normal é 65kg por que sou baixo. Eu estava com 53kg. Mas eu melhorei, voltei a me alimentar, treinar, fiquei saudável, até que no Réveillon eu me autosabotei da pior forma possível. Eu mandei mensagem desejando feliz ano novo pra ela (eu estava sob efeito de droga). Ela foi super gentil, me desejou de volta. Poderia nascer uma linda amizade nesse momento, mas não. Eu pedi pra voltar. Foi o último não que eu recebi antes do pior momento da minha vida. O ano de 2018 começou intenso. Me envolvi com drogas cada vez mais pesadas, cheguei até mesmo a vender. Só assim pra fingir que ela não existia. Porém, em março eu tomei um baque que foi a notícia que ela estava namorando novamente (direito total dela). Eu decidi que iria voltar a ser um bom filho/ irmão. Pagar tudo que peguei emprestado pra tentar fazer ela feliz (Nice guy falando). Arrumei um emprego, voltei pra academia, ia competir em um campeonato de fisiculturismo quando conheci a minha atual namorada. essa minha atual namorada, é a garota mais inteligente que conheço. Ela me dá orgulho por ser quem é. Minha sogra é um anjo na minha vida. Mas em dezembro de 2018 ela teve uma briga com o padrasto dela e veio morar comigo na casa da minha mãe. Ela prometeu que em janeiro ela já estaria procurando por outra casa e foi exatamente o que ela fez. Em fevereiro ela já estava se mudando para própria casa e disse pra mim: "Se você quiser continuar com sua mãe eu vou entender, mas adoraria que viesse comigo". Nesse momento eu estava desempregado pois estava novamente foco total na minha carreira de tatuagem. Por ela me dar total apoio eu aceitei ir morar com ela até por que minha mãe fazia um esforço imensurável para que eu desistisse de ser tatuador. Focado na vida de casado agora também, eu tive problemas. Não conseguia fazer tatuagens por que a senhoria da casa onde eu morava ficava plotando quem eu levava para lá. Um inferno. As coisas começaram dar errado na minha vida novamente (eu sou um cara azarado mesmo, Lubinha). No mês de maio eu perdi totalmente o tesão na vida. Pensava em suicídio e os caraio por que minha vida passou a desandar. Nem mesmo o amor incondicional que minha namorada me oferecia me confortava. Eu já tinha desistido. Meus amigos me chamavam no portão e eu ignorava. Ficava deitado fingindo que não escutava. Minha namorada comprou ingressos para uma convenção de tattoo para me animar. Funcionou muito bem. Eu voltei a desenhar, entrei numa maré de empolgação que não duraria muito. Eu tomaria outro golpe da vida. Minha máquina de tattoo queimou. Eu estava cheio de esperança no marketing digital mas nem isso deu certo pra mim. Minha namorada vinha me dizendo que estava pesado pra ela cuidar das contas sozinha mas eu não consegui fazer nada. Comecei a procurar emprego e adiar novamente meu sonho por um bom motivo. Mas foram 5 meses sem resultados. No mês de novembro nós mudamos para uma casa maior um pouco mais cara mas onde eu poderia ter a liberdade de vender minha arte. Nessa casa eu consegui trabalhar, fiz bastante trabalhos mas ainda assim tudo voltou a dar errado quando o bico que eu fazia no autódromo parou de acontecer por que estávamos em época de chuva. Eu ganhava menos com tattoo no início da carreira do que como controlador de acesso nesse bico. Eu só me fodo. Kkkkk Minha atual disse que queria um tempo pra ela poder organizar a vida dela. Ela basicamente havia desistido de mim, mas também, quem confiaria em mim se nem eu mesmo acreditava mais??? Se eu não arrumasse um emprego não daria mais. Veja bem como a vida é justa. Nesse momento eu arrumei 2 empregos e o dono do estúdio que eu contatei na convenção me chamou para trabalhar com ele. Kkk vida injusta. Eu estava numa sinuca. Meu sonho e meu amor estavam na mesma mesa cada um rolando pra um lado e eu teria que escolher qual eu salvaria de cair. Depois de muito pesar eu decidi seguir meu sonho. Julguem-me. Minha namorada falava palavras duras pra mim, dizendo que estava exausta, que não daria mais. Chegou a dizer que não me amava mais. Eu insisti por 2 semanas mas decidi dar total liberdade pra ela escolher o que queria: "Você escolhe se quer ficar ou se quer ir. Saiba que eu te amo e vou adorar se ficar, mas se for eu vou ficar bem. Não se preocupe" Ela decidiu ficar. Tudo começou dar certo. Era fevereiro e eu pagava o aluguel e sobrava um bom dinheiro pra gente sair final de semana. Aí um chinês resolveu comer um morcego e todos os estúdios/comércios tiveram que fechar. Desandando novamente. Hoje estou tentando retomar minha clientela que se dissipou demais nesse momento, mas ainda não tenho conseguido produzir nem ao menos o necessário para pagar meu aluguel...
A vida vai continuar me dando essas rasteiras. Mas eu vou levantar sempre, de novo e de novo. Se não tá bom eu vou fazer ficar. Agora eu estou total focado em ficar cada vez melhor no meu trampo pra poder ganhar uns troféus e pra dar a vida que essa minha atual merece. Não sei se falei. Minha atual e minha ex se tornaram muito amigas. Somos isentos de ciúme (acho que é o mínimo necessário pra namorar um tatuador) kkkkk
Desculpa pelo histórião Luvinha. Mas eu tenho uma história dessa tanto pros relacionamentos quanto pra vida profissional quanto pra familiar. Kkkkk
Luba. Caso leia. Sugira pro YouTube colocar um botão pra curtir quando em tela cheia. É muito chato ter que minimizar o vídeo pra dar like. Kk
Plot twist. Acabei de terminar com a minha atual ex.
Amo vocês galera. Agora é eu por mim <3
submitted by OmikePepino to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.24 19:45 TheGoldenMorn Me sinto um peso morto e procrastinação me consome

Já acompanhava esse sub faz um tempo, mas decidi colocar pra fora depois de ver uma situação parecida com a minha aqui. Bom, basicamente eu me sinto um 0 a esquerda em quase todos os aspectos da minha vida. Vou tentar resumir a história, apesar de ser longa, pra depois falar de situações mais específicas em que vivi.
Desde que me entendo por gente, fui um procrastinador. E a única coisa que me fazia não procrastinar eram crises de pânico que me causavam noites de insônia, ansiedade, perda de apetite e todo o pacote de crises desse tipo, geralmente tudo isso acontecia na escola. No término do 3º ano do EM, aprovação do vestibular e entrada na faculdade passei a ter crises surrealmente fortes, passei por tratamento psiquiátrico e psicológico, comecei a tomar medicação. Bom, eu me senti melhor, de verdade. Parei de ter crises de pânico, parei de ter noites de insônia, conseguia me manter mais calmo. Mas, a procrastinação continuou. E isso foi me afetando de outras maneiras. Eu tinha uma namorada desde o Ensino Médio, no final da faculdade ela me deixou quando conseguiu avançar na carreira. Não a julgo, quero dizer até julgo um pouco, mas eu não estava construindo nada. A procrastinação agora agia sem um freio. Antes, regulada pela ansiedade, eu parecia combater um monstro com outro, agora eu simplesmente pareço não conseguir controlá-la. E isso me atinge demais. Bom, após isso tudo, comecei um outro relacionamento e minha vida continuava indo de mal a pior: briguei feio com meu pai, fiquei expulso de casa umas semanas, até capotei o carro e dei PT (um dos motivos pra briga com meu pai). Pra fechar com chave de ouro, minha namorada engravidou. Eu sempre quis ter filho, sempre me vi como um pai, sempre amei crianças, mas o timing foi o pior possível. Minha família me apoiou muito, eu e meu pai fizemos as pazes, a família da minha namorada também, na medida do possível (e eu entendo o lado deles, afinal eu era basicamente um cara que vivia de bicos que engravidou a filha deles num relacionamento recente).

Passado o susto, comecei a estudar pra concurso já que minha área de formação não tinha perspectiva a curto prazo e a procrastinação me consumia diariamente. Tentei elaborar estratégias, mas sempre fugia das obrigações. Tentei fazer o amor pelo meu filho me motivar e me motivou, mas não o suficiente para que eu conseguisse a aprovação. Minha namorada e eu começamos a morar juntos e passamos a brigar MUITO. Meu filho nasceu e eu nunca amei tanto uma pessoa na vida. Foi o momento mais sublime que eu poderia esperar receber como um ser humano. Inspirado nisso, comecei um emprego intermitente horrível que me pagava muito menos que um salário mínimo e ainda me fazia levar bastante trabalho pra casa. Saí depois de um ano quando começaram a atrasar os salários. Foquei num concurso e passei muito bem, mas exigia teste físico e eu estava bem acima do peso (princípio de obesidade). Meus pais se ofereceram pra pagar um personal trainer, mas era caro e tentei fazer exercício na academia. Não consegui bons resultados, comecei a ter crise de ansiedade e aceitei o personal. O personal disse que eu estava muito em cima da hora pra começar com ele, mas podíamos tentar. Comecei a ter dores, tonturas e fisgadas o suficiente pro personal dizer que não daria, que eu poderia ter um infarto ou algo do tipo se continuasse nesse ritmo. Nisso, a mãe do meu filho me deixou. Vivemos com guarda compartilhada e, apesar de ver meu filho sofrendo muito de saudade de mim ou dela, sei que está melhor assim. A relação se tornou mais sadia, muito mais. Continuei tentando focar pra concurso, QUASE passei em um muito bom aqui na minha cidade, mas não consegui. Depois disso, veio a pandemia. Não tenho concurso pra fazer, não tenho bicos pra arrumar dinheiro, basicamente recebi o auxílio emergencial e tô tentando recuperar meu fôlego diário pra estudar. Eu amo ser pai do meu filho, participo de tudo o que posso na vida dele, me sinto uma pessoa útil e boa quando tô com ele. Eu sei que minha família se esforça muito por mim, por me sustentar, me ajudar a sustentar meu filho. Mas, ainda assim, não consigo me focar pra estudar ou arrumar um emprego. Eu não entendo, sabe. AHHHHH...

Tirando essa timeline, aqui vai alguns desabafos: Eu desenvolvi depressão nos últimos anos, acho que dá pra ver pelo meu texto. Tinha deixado de ir pra psicólogos desde 2014 e voltei recentemente, antes de terminar com a mãe do meu filho. Passei a tentar combater meus problemas mais ativamente como a psicóloga aconselhou, coisas como: tinha problemas de auto-estima por conta do peso, ficava muito tempo parado em casa, me comparava demais com outros, então desde que "quase" passei no último concurso, sabendo que poderia ter uma recaída na bad, foquei em exercícios físicos, uma vida mais saudável e dieta. Consegui perder 8kg. Corria/caminhava 6km quase todo dia. Veio a pandemia, perdi a psicóloga (o plano não adaptou pra consulta online), parei de correr fora de casa, tentei adaptar pra me exercitar em casa mesmo, mas não era a mesma coisa. Não tinha mais concursos pra estudar, não tinha mais pessoas pra interagir. Eu moro numa cidade que a pandemia está começando a "cair" depois de ter atingido o pico, então meus pais começaram a chamar pra fazer exercícios aqui na rua de casa mesmo, sem muito movimento. Tô tentando voltar a estudar pra concurso, mesmo sem perspectiva de reabertura. E, não sei, eu queria fazer diferente. Já são 27 anos da minha vida comigo sentindo isso. Queria saber como combater. Eu quero poder sustentar meu filho, ter independência financeira... Minha família é classe média, mas sempre vivemos apertados. Mesmo assim, eles sempre tentaram me ajudar, mesmo eu sendo uma pessoa complicada. Sei lá, eu sinto como se tivesse algo de errado comigo, como se eu fosse o mais próximo de "amaldiçoado" geneticamente.

Sabe quando capotei o carro? Cara, eu não tinha bebido, eu não dormi no volante, eu não estava distraído, eu não estava dirigindo rápido, eu estava simplesmente andando a 60km/h numa reta, meu pneu estourou, eu senti um solavanco, tentei frear, o carro girou na pista e eu capotei algumas vezes. Saí incólume, só com um arranhão num braço, mas sem entender absolutamente nada e com o carro dando perda total. Virou até uma piada interna da família porque ninguém acredita veementemente na minha versão. Recentemente, comecei a me relacionar pela internet com uma garota e no começo, como toda relação costuma ser, foi incrível, mas agora já sinto o peso de tudo isso que vivi novamente. Ela é muito bem de vida, o pai dela é bem rico e, mesmo eu sempre deixando claro das minhas condições financeiras e ela procurando ser compreensiva, eu sei que uma hora isso vai pesar na relação. Sempre pesa. Sei disso porque já me aconteceu duas vezes. Não é interessante ser alguém fracassado na vida. Ainda mais sendo homem (e isso eu não digo falando que homem sofre mais, estou querendo dizer que até nisso o machismo atinge os homens quando você é visto como sendo "sutentando" pela companheira). Ainda mais sendo pai.

Eu nem falei tudo que queria, mas vou parar agora porque o texto tá surrealmente grande. Sei lá, na minha cabeça ter narrado essa timeline bagunçada pareceu importante. Peço perdão por isso. Agradeço só de alguém ler. Alguém aí já conseguiu combater esse mal que me assola? Força a todos.
submitted by TheGoldenMorn to desabafos [link] [comments]


2020.07.16 16:48 0TW9MJLXIQ Texto de Kampz no SerBenfiquista

Vou ser absolutamente sincero, estou completamente esgotado do Benfica...
Podem dizer que isto não é o Benfica, que é o SLV, mas a verdade é que o meu dinheiro vai para esta instituição e os atletas que a representam "jogam" em nome do Sport Lisboa e Benfica com o manto sagrado e o nosso emblema, o tal que não serve para chineses ao peito.
Se isto não é o Benfica é culpa nossa - dos sócios - que deixaram o clube ser tomado de assalto por um cavalo de troia, carregado até ao tecto de dragartos e mercenários, e que não era feito de madeira mas sim totalmente transparente.
Mais, é culpa nossa irmos para 17 anos disto e nunca termos feito nada relevante para mudar, encolhendo os ombros e deixando passar pelos pingos da chuva, como se nada fosse, uma notícia de (mais) um desfalque ao clube no valor de 2 milhões de €.
Ao contrário do que já fiz no passado, não tenho paciência para ir procurar e trabalhar dados, pelo que cito o excelente post acima, resumindo do seguida em que se tornou o nosso clube:
Certamente me esqueci de muito e em muitos pontos tanto mais poderia ser dito... Mas é o meu desabafo. E que se desengane quem ache que é pelo título do Porto, na verdade só agora fui à internet confirmá-lo!
O problema do Benfica não se resolve com JJ ou 100M€ em transferências, ou com a saída de algumas peças da estrutura. Tem que sair o Presidente e toda a corja responsável, ou que legitima, uma gestão absolutamente danosa e corrupta, com dano muito material no clube.
A única solução para isto é:
1.1) Garantir que as eleições não são marteladas (muito difícil); 1.2) Se tal não for possível, correr com o Vieira nem que seja ao pontapé; 2) Fazer uma auditoria forense fortíssima ao clube, custe o que custar; 3) Com base nas evidências, colocar em tribunal todos aqueles que tiverem lesado o clube; 4) Também com base em evidências, despedir com justa causa quem for necessário; 5) Negociar a saída de todos os restantes mercenários que nada acrescentem; 6) Encostar o "lixo" que não conseguirmos limpar nos dois pontos anteriores; 7) Contratar Benfiquistas competentes e sérios para os cargos relevantes; 8) Implementar mecanismos de controlo interno que impeçam a pilhagem do clube; 9) Garantir uma gestão financeira responsável e equilibrada do clube, por profissionais de topo; 10) Implementar uma gestão desportiva profissional e ambiciosa, em todas as modalidades; 11) Investir no fortalecimento dos laços perdidos entre Benfiquistas e Benfica; 12) Rever os estatutos (e.g. limitação de mandatos) de forma a restabelecer a democracia.
Reparem que o desporto - o core business e objetivo fundamental - só aparece no ponto 10! É que há tanto a fazer de limpeza antes para garantir que conseguimos repor o que nos foi roubado e ter um clube (e SAD) preparados para gerir o Benfica como deve ser...
Se não é em Outubro, para mim, acabou.
E mesmo para os vieiristas, acabará pouco depois.
submitted by 0TW9MJLXIQ to benfica [link] [comments]


2020.07.05 09:41 Full-Neighborhood705 Lá vamos nós de novo.

E aqui estou eu novamente, no cú da madrugada com uma insônia fodida, fazendo mais uma conta que eu nem olhei user, jamais vou lembrar a senha.
Infelicidade e insatisfação, meus nomes do meio. As vezes eu nem sei o porquê de levantar da cama, pra fazer as mesmas coisas, fingir que está tudo bem... mas nada nunca está bem de verdade. Um relacionamento falido, uma carreira desgraçada... Realmente cansa vc se doar, tentar ao máximo fazer as coisas funcionarem e só ouvir coisas ruins e totalmente degradantes dos outros. Ouvir todos os dias que eu fracassei, ouvir todos os dias que eu me formei na faculdade, fiz mestrado e doutorado... que a escolha de carreira que eu fiz não deu muito certo, como se eu tivesse como adivinhar que tudo ia rumar para o caralho gigantesco que tudo foi.
EU NÃO AGUENTO MAIS, ouvir que não sei o valor do dinheiro pq não tenho um "trabalho convencional", mesmo depois de ter deixado de procurar (com tanto afinco), pq vc me pediu pra estudar pra um concurso, agora vem dizer que eu não saio da minha zona de conforto, eu simplesmente estou deixando momentaneamente 12 anos de estudos e esforço, estudando pra concursos de nível médio que estão aparecendo pra aumentar as chances de passar, mas com que vontade eu vou continuar a estudar?
ENFIE ESSA PORRA DE PAPO DE COACH NO SEU RABO!!!! Vem dizer que meu orgulho não me deixa procurar um emprego qlqr, pra que? Viver na frustração igual a você? Que não faz nada pra mudar e só reclama que seu trabalho é ruim e que ngm te apoia? As pessoas se acostumam, mesmo com o que é ruim... ficar no instagram em todas as suas horas livres não vai fazer sua vida mudar, ao contrário. Mas você não me ouve, se acha superior e não é nada. Eu sempre dei meu jeito de contribuir com as contas, jamais deixei de participar. Eu não tenho culpa de vc ter feito direito, não quis fazer OAB, pq pra advogar precisa ter dinheiro pra montar um escritório, isso é balela sua. Afinal, vc poderia muito bem se juntar com outros advogados(as) pra montar alguma coisa, mas seu individualismo deixaria? Seu ego? Claro que não, agora amargue esse emprego que vc reclama que é uma merda e não agradece por tê-lo. Quantas pessoas estão agora necessitadas e gostariam de ter o que vc tem.
Ainda mais você não me venha falar de orgulho, me traiu no ano passado, terminamos, vc caiu em desespero, sem mim não consegue equilibrar as contas né, por pena e idiotice minhas voltamos, procuramos um outro lugar pra morarmos, encontramos. Acreditei que vc tivesse mudado, ledo engano meu, vc continua igual. Minha família me pede pra voltar pra casa quase todos os dias, eu que briguei novamente com todos por você, assim vc me retribui, me escondendo dos seus amigos, pagando de livre... mas não está. Se o inferno existe mesmo, sou eu que trarei ele pra sua vida. Todo o amor e carinho que existia eu sinto que morreu, hoje eu sinto só vazio, amargor. E quer saber? Eu nem te odeio, eu sinto pena e nojo de você.
Vive dizendo que hoje mora numa cidade melhor, só fala asneiras da sua terra natal, nega suas raízes sempre que pode, mas isso só te faz pior, pessoa baixa e chula. O que eu vi em vc?
E o mais triste, eu sei exatamente o que mudar, mas pra quê mudar? Vejo minha vida passando e cada dia mais eu sinto menos vontade de continuar, simplesmente vivendo no automático, espero vc sair pro seu trabalho fico na cama, as vezes revejo infinitas vezes os mesmos vídeos de animes no youtube, lembrando de uma época mais simples da vida, que eu não tinha tantas preocupações.
eu tenho 15 m de corda, a varanda as vezes parece tão chamativa, um corpo pendurado e um espetáculo do horror, coragem eu não tenho, pra essa covardia eu sou forte. quem eu quero enganar? aquela corda não ia me suportar, até pra isso eu iria falhar. Comer sementes de maçã poderia me ajudar, mas quantas eu deveria comer pra realmente fazer o efeito esperado? Nem quero saber.
É isso, eu precisava tirar um pouco desse piche que eu destilo no meu coração, vomitar algumas palavras até me fazem sentir melhor, meu único amigo que restou é meu reflexo que se tornou terrível, essas marcas de amargor no meu rosto, essa escuridão no meu coração.
Já nem sei mais se isso que escrevi faz algum sentido...
submitted by Full-Neighborhood705 to desabafos [link] [comments]


2020.06.15 09:22 amandasawan Eu amo Larry

suposições Larry stylinson
primeiramente o site do Harry de colocar os nomes, eu botei Larry e veio: "you're the end of june, tpwk"
Fine Line e Walls, feitos um pro outro? os dois álbuns, dos cantores Harry styles e Louis Tomlinson saíram perto um do outro, E agora eu vou dar algumas evidências q fine line é sobre Louis e walls sobre Harry.
em Golden, Harry fala o seguinte: "I'm hopeless, golden so wait for me in the sky" "golden, golden, he is broken I know you're scared cause I'm so open" o que eu vejo como o Louis tendo medo de se abrir sobre sua sexualidade e tendo que viver oprimido por fingir ser hetero, E que o único lugar que ele não vai precisar fingir é o paraíso, onde eles vão ficar juntos.
em Watermelon Sugar Harry fala: "Tastes like strawberry" e Louis usava pasta dental de morango, mas continuando, "baby, you're the end of june" como eu falei la em cima, dia 28, dia dos gays, Larry, blábláblá, não vou pisar nesse tópico de novo
vamos pra Adore You: "walk in your rainbow paradise" de novo, sexualidade, eu acho "strawberry lipstick state of mind" Louis e sua pasta de morango "you don't have to say you love me you don't have to say nothing lately you've been on my mind" a reunião de 1D tá chegando, além de esse ser o pride month e todos eles estarem em londres já faz um tempo. sinto uma aproximação
partiremos então para Lights Up: "I could but wouldn't stay" o Simon ameaçava acabar com A banda se visse eles dois juntos, então acho que é isso " it'd be so sweet if things just stayed the same" eles se abraçavam e mostravam o afeto que tinham um pelo outro livremente, acho que é isso. Louis chorou quando anunciaram haylor (q eu acho q foi marketing pq Harry e Taylor não tem nada a ver) e Harry chorou quando Louis falou que ia ser pai. "lights up and they'll know who you are" acho q é falando pro nosso tommo sair do armário. "Shine, I'm not ever coming back" eles sexualizavam mto o Harry pq ele era o menino que todas as meninas tinham crush na 1D, E ele agora pode ser quem é, outra gravadora que não controla ele desse jeito.
e vamos pra Cherry: "don't you call him baby" sla, me deu uma vibe de algum ciúmes batendo, falando pra não chamar ele de amor. "we're not talking lately" ele perdeu bastante contato com todo mundo, acho q o Harry virou meio hippie, quase não usa i celular e tal. "I noticed that there's a piece of you in how I dress" o Harry tá sempre de roupas coloridas e extravagantes, além de derrotaram os padrões de masculinidade da sociedade. Acho q o Louis queria poder ser assim publicamente. "I just miss your accent and your friends" o niall extravagante que provavelmente fez toda a 1D acontecer de vdd tem um sotaque, além de os amigos deles serem os meninos da banda, o que inclui nosso lindo Loulou.
agora vamos pra Falling,uma das minhas preferidas: "I'm I'm my bed, and you're not here" eles dividiam um apartamento, não duvido nada q eles acabavam cuddling juntos. "I'm falling again" eu acho q ele e Tommo voltaram a se falar e ele se apaixonou de novo, É isso. "you said you cared and you missed me too" vamos ver isso no walls, álbum do Louis, ele fala isso bem na cara. Eu amo meu Larry. "and I'm well aware I write too many songs about you" todo mundo vê q eles escrevem músicas um pro outro o tempo inteirinho "and the coffee's out at beachwood cafe" beachwood cafe é um café na cidade natal de Louis, além de ele ter uma tatuagem que parece ser igual o papel de parede do lugar. "and I get the feeling that you'll never need me again" ele vê o homem da vida dele casar e ter filho, obviamente ia ficar despedaçado. Quem não ia se achar não necessário numa situação dessas? a próxima é To Be So Lonely: "dont blame me for falling, I was just a little boy" o Harry conheceu os meninos sendo o mais novo, com 16 aninhos, um bebê. Acho q é isso. "I know that you tryna be friends" acho que mais que isso, Harry. "cause I miss the shape of your lips" todo mundo sabe que os lábios do nosso bebê Louis Tomlinson são icônicos, não da pra negar. ele sente saudade dos beijos Larry.
She: "just sailing away, without telling his mates" quem vai me falar que isso não é sobre o Zayn? Ah, além disso, eu acho q a música é sobre a Eleanor, pelo visto ex do Louis já que nada foi confirmado, pq ele fala duma tal assistente pegando café pra ele na hora 1:32. antes deles se oficializarem, Eleanor era confundida como assistente de Louis por estar sempre pegando café pra ele, E 1:32 é a linha do princess Park, o lugar que Harry e Louis moravam juntos.
a próxima é Sunflower Vol. 6: "I've been trying hard not to talk to you" Louis indo atrás do Harry, interessante. "I couldn't want you anymore, kiss in the kitchen like it's a dance floor" tem vários vídeos deles na cozinha do princess Park, eles amavam aquele lugar, E Harry expressa seu desejo por Louis de volta.
Canyon Moon: "I'll be gone too long from you" 5 anos sem alguma interação de verdade, né amores? "all through Paris, all thorough Rome" numa entrevista o entrevistador perguntou: qual seria o lugar mais romântico pra um encontro? Harry respondeu Roma e Louis respondeu Paris. "I heard Jenny saying" Louis em algum vídeo brincou sobre se chamar Jennifer. "doors yellow broken blue" no beachwood cafe perto da casa do Louis a porta éazul e amarela.
Fine Line: "we'll be fine line, we'll be alright" eu tenho certeza q ele tá falando q a relação deles e do Louis algum dia vai melhorar ao ponto de todo mundo poder saber. essa foi a única coisa q achei nessa música, mas vamos pra próxima.
Treat People With Kindness: não tem nada não, É só uma vibe mesmo
ÁLBUM DO LOUIS, WALLS
Kill my Mind: "you kill my mind, raise my body back to life" então o Harry faz ele se sentir vivo, Hmmm senhor Tomlinson. "on a mission to feel like when you kissed me for the last time, why?" querendo replay de beijo Larry, todos queremos, vai em frente.
Don't let it Break your Heart: "on our way to 27" O HARRY Q VAI FAZER 27 AAAAA. "I now you left a part of you on new York, in that box under the bed " Como todo mundo sabe o Harry voltou chorando de NY "when you love someone and they let you go" indireta pq o simon não deixava o Harry perto do Louis, coitados, o nosso Hazza teve q deixar o Boo Bear ir. "whatever tear you apart" nem precisa explicar essa.
Two of Us: "it's been a minute since I called you, just to hear the answerphone " ELE LIGOU PRO HARRY MESMO SABENDO Q ELE NAO IA PODER ANYENDER, Q FOFO. "the day they took you, I wish they took me instead" levaram o Harry pra algum lugar, provavelmente NY pq ele sempre voltava chorando. que ótimo. essa música é mais sobre a mãe e irmã dele então não vou forçar a barra
We made It, uma q me faz chorar: "met you at the doorstep" oops e hi, É isso. "share a single bed and tell each other what we dreamed about" EU SEI Q ELE E O HARRY DORMIAM JUNTOS NO PRINCESS PARK. "we were only kids tryna work it out" 16 e 19 as idades dos meus nenéns em 2010. assim, não tem mta coisa nessa música pq é sobre subir na carreira, mas essas duas dão na cara
Too Young: "I've been looking back a lot lately" ele quer o Harry de volta, eu vejo isso, eles tinham ciúmes um do outro e tal. "everything's feeling different now" ele não quer mais ficar com a Eleanor e não tá certo sobre isso, ele só quer o nosso perfeito Hazza de volta. "oh I can't believe i gave in to the pressure" ele confirmando q o simon fez eles se afastarem. "when they said a love like this would never last" ele só confirma q eles tão apaixonados e precisam um do outro, eu só quero meu Larry de volta. "I'm sorry that I hurt you darling" só piora, essa música foi frita pro Harry sem um pingo de dúvida. Eu sinto q eles tão de quarentena juntos. não vou falar exatamente mas tem uma hora q ele fala que eles tão sentados na cozinha tendo a conversa que ele queria ter tido antes. Eles definitivamente estão no mesmo lugar agora.
Walls: "I watched them fall down for you" isso é romântico ora cassete, eu ano o Louis e o jeitinho dele de se expressar, isso tem q ser pro Harry, já que fala sobre como a outra pessoa mudou 1o. "nothing makes you hurt like hurting who you love" assim q vc ea Eleanor começaram a namorar eu senti meu Larry meio distante, com o filho então, o Harry até chorou, eu entendo esse verso sobre ele nunca querer fazer isso pra machucar nosso babycake. é isso
Habit , uma das minhas favoritas: "i know that you Said that you'd give me another chance, but you and I knew the truth of it I'm advance" acho q ele fala q passou muito tempo e que talvez o Harry não queira mais nada com ele, o que eu duvido. "I'm missing you and your addictive heart" todo mundo conhece o Harry pelo coração imenso dele, então nem tenta disfarçar sweetcheeks. "you're the habit that I cant break, you re the feeling that I cant put down" vc, Louis Tomlinson é completamente apaixonado no Harry, a gente já entendeu. "you're the high I kneed right now" watermelon sugar high, bebês. depois ele fala q tava fingindo ser alguém q não era por causa da mídia e blábláblá, já tem vídeo dele gritando q é gay então fodase, essa parte a gente ama E EU ESPERO Q HAZZA ESTEJA OUVINDO ESSAS MUSICAS. "and it's been ages, different stages, come so far from princess park" o Louis e o Harry moravam juntos no princess Park. "I'll always need ya" ok, eu sou mto cadelinha desse casal.
ok, eu cansei pq tô há mais de 3 horas escrevendo isso, por enquanto é só.
submitted by amandasawan to u/amandasawan [link] [comments]


2020.06.08 19:47 Zestyclose-Prompt658 Acho que quero morrer e renascer

Olha eu so crie essa conta pra poder desabafar e contar sobre o que eu sinto, eu fico triste so de pensar q eu quero morrer, eu tenho uma namorada, tenho uma família, tenho tudo que quero, tenho boa carreira e um bom Hobbie, mas venho me sentindo cade vez pior e pior, não sei como dizer com clareza o que eu sinto, mas sinto q não quero mais viver, meu sonho na verdade pra essa vida nunca foi ter um bom trabalho ou ter as melhores coisas, meu sonha era so um dia acordar e ter a oportunidade de entrar em um mundo de fantasia, onde eu teria um proposito, talvez defender a humanidade, talvez encontrar um grande amor, talvez so aprender magia e sair gritando por ai. Não sei o que fazer e nem o que sentir, so sei que acho que quero morrer e renascer em um mundo de fantasia tipo aqueles de anime, bem doidos e emocionantes, tipo boku no hero, darling in the fraxx, algo assim, sera que este é o unico mundo que existe ? Sera que eu tenho que viver neste mundo onde não vejo proposito, neste mundo onde não sei nem o que sou, sei que ta muito confuso este texto, mas eu quero perguntar, alguem ja sentiu isto ? ou quis isto?
submitted by Zestyclose-Prompt658 to desabafo [link] [comments]


2020.06.08 19:08 Zestyclose-Prompt658 Acho que quero Morrer e renascer

Olha eu so crie essa conta pra poder desabafar e contar sobre o que eu sinto, eu fico triste so de pensar q eu quero morrer, eu tenho uma namorada, tenho uma família, tenho tudo que quero, tenho boa carreira e um bom Hobbie, mas venho me sentindo cade vez pior e pior, não sei como dizer com clareza o que eu sinto, mas sinto q não quero mais viver, meu sonho na verdade pra essa vida nunca foi ter um bom trabalho ou ter as melhores coisas, meu sonha era so um dia acordar e ter a oportunidade de entrar em um mundo de fantasia, onde eu teria um proposito, talvez defender a humanidade, talvez encontrar um grande amor, talvez so aprender magia e sair gritando por ai. Não sei o que fazer e nem o que sentir, so sei que acho que quero morrer e renascer em um mundo de fantasia tipo aqueles de anime, bem doidos e emocionantes, tipo boku no hero, darling in the fraxx, algo assim, sera que este é o unico mundo que existe ? Sera que eu tenho que viver neste mundo onde não vejo proposito, neste mundo onde não sei nem o que sou, sei que ta muito confuso este texto, mas eu quero perguntar, alguem ja sentiu isto ? ou quis isto?
submitted by Zestyclose-Prompt658 to desabafos [link] [comments]


2020.06.07 03:56 svltmattew Um pequeno resumo do sentimento tricolor com a volta do Fred

A chegada do Fred na realidade não deveria ser uma chegada, pois ele jamais deveria ter saído, sua despedida foi um crime inafiançável para o torcedor tricolor, um rompimento, um divórcio sem consentimento, um adeus sem um porquê. No entanto, esse crime cometido pela gestão Peter Siemsen sempre deixou no ar uma possibilidade de volta em nossas mentes, o torcedor sempre quis seu capitão em casa novamente, mas a gestão seguinte, a de Pedro Abad, nunca trouxe essa possibilidade, pelo contrário, Fred ainda saiu do Atlético MG pro Cruzeiro, e esse sonho se tornava cada vez mais distante, e talvez, nunca se concretizasse se a flusócio ficasse no poder pelos próximos dois anos.
Nesse meio tempo em que Fred saiu não carecemos de camisa 9, nossa 9 é mítica e qualquer um que a veste já temos a certeza de que teremos um artilheiro. Nós carecemos foi de gestão, de visão financeira e de futebol. Com Pedro Abad fomos tratados não só como palhaços como também de chacota pela mídia. Foi um presidente que quando não errava em suas escolhas pra dentro das quatro linhas, errava para fora, Abad dispensou nosso ídolo e Bicampeão brasileiro Cavalieri por telefone, bem como o zagueiro Henrique, que na época jogava como capitão. No ano seguinte não demonstrou o mínimo de interesse em renovar com nosso igualmente ídolo Gum, guerreiro multi-campeão e símbolo de uma era. Ainda por cima perdeu jogadores como Gustavo Scarpa e Henrique Dourado para rivais após uma excelente temporada pelo clube. Aliás, Scarpa ainda conseguiu uma rescisão na justiça por falta de pagamento... Nossa imagem estava completamente destruída.
Dourado que fez mais de 30 gols em 2017 foi substituído por Pedro, também goleador com nossa camisa 9. Pedro foi tão querido por nós tricolores, tanto beijou nosso escudo e fez juras de amor que recebeu de nós um enorme carinho com a música de nosso maior ídolo contemporâneo, ouviu de nós "O Pedro vai te pegar", em alusão ao "Fred vai te pegar". Não havia um tricolor que não visse no Pedro uma possibilidade dele ser um grande ídolo, de ser um grande jogador, e isso tudo virou ladeira a baixo em pouco tempo.
A chegada de Mário Bittencourt com apenas 3 meses de clube já mostrou uma mudança de postura, Pedro, jogador da base do Fluminense, "cria de Xerém" como carinhosamente chamamos nossos jogadores aqui formados, estava tendo contato com o Flamengo, gostaria de ouvir uma proposta. Como? Como assim nosso camisa 9, goleador, queria ouvir uma proposta do rival? É... Toda a idolatria que se tornava possível futuramente por Pedro, como ocorre hoje pelo Richarlison, se tornou numa raiva sem tamanho, só que de certa forma, importante. Pedro nos mostrou que ele não era ídolo, que jamais seria, que o tricolor só estava carente, que a saída de Fred em 2016 deixou um vácuo tão grande em nossos corações que qualquer um que vestisse a 9 e fizesse alguns gols já ganharia status. E a realidade é que nenhum deles foi o Fred. A atitude de Mário em se recusar a vender Pedro pro Flamengo nada mais foi que uma atitude de torcedor, e igualmente como torcedor aplaudo até hoje ele de pé. Não existe vender jogador da forma como foi pra um rival, isso é inconcebível, ele já se queimaria como presidente logo de início, se o Pedro quisesse tanto jogar no rival, que saísse pela multa ou que fosse para outro clube e depois arrumasse seu jeito de ir para lá, e assim foi feito.
Mário apesar de ainda estar no seu início de gestão mostrou postura, errou e acertou em algumas decisões, mas em meio a pandemia só faz golaço pra nossa torcida, e a volta do Fred foi o seu gol de placa. A realização de um sonho que já durava mais de 4 anos, o regresso do nosso maior ídolo da era moderna. Fred que segundo nosso presidente será o símbolo dessa restruturação do clube após uma crise tão profunda em que estivemos desde sua saída.
A volta de Fred traz a nós tricolores a nostalgia de uma época vitoriosa, cheia de glórias, na qual toda semana a única certeza era de que o grito de "O Fred vai te pegar" iria acontecer. E agora a certeza é de que não vai faltar garra nem gana dentro de campo, a esperança de que o Fluminense vai voltar a manter os seus jogadores, de que vai repatriar aqueles que aqui fizeram sua imagem e sua história, como o novo sonho de ter Thiago Silva nas laranjeiras. O regresso de Fred é um símbolo, é muito mais que só um jogador, é uma convicção de novos dias dourados, porque um time com ídolos, é um time que pode chegar a qualquer lugar.
O Fluminense de Fred traz ao tricolor um sentimento parecido com aquele que clubes argentinos já estão acostumados a ter, da volta de seus grandes ídolos. Seja com Milito no Racing, ou como já trouxe diversas vezes ao torcedor do Boca Jrs com Riquelme e Tevez. O retorno de um grande ídolo engrandece a imagem do clube, atrai patrocínio e principalmente, traz ao torcedor e ao próprio elenco a sede de vitória. E em seu próprio contrato Fred tem a possibilidade de ser embaixador, o que já é uma mostra de que sua presença dentro do clube será algo engrandecedor, assim como também ocorre tanto em times argentinos com os já citados, quanto em times europeus também. Sua vinda, de bicicleta, por 600km, mostra a nós tricolores mesmo antes dele pisar nos gramados que nosso capitão está mais ativo do que nunca, com mais garra do que já teve em qualquer ano de sua carreira. E não, não existe a possibilidade de dar errado, o único erro nisso tudo foi seu divórcio em 2016. Fred e Fluminense juntos é como Romário e Bebeto, Washington e Assis, Maradona e Careca, Pelé e Garrincha. É um casamento que mesmo que não tenha sua presença dentro de campo em todos os jogos e ele fique apenas no banco já será de uma dimensão imensurável ao coração verde branco e grená. Esperamos muito tempo pelo retorno de nosso capitão, mas como já diz no nosso hino: "Quem espera sempre alcança", e nossos dias de glórias estão para voltar.
submitted by svltmattew to futebol [link] [comments]


2020.06.07 03:56 svltmattew Sim, o Fred vai te pegar

A chegada do Fred na realidade não deveria ser uma chegada, pois ele jamais deveria ter saído, sua despedida foi um crime inafiançável para o torcedor tricolor, um rompimento, um divórcio sem consentimento, um adeus sem um porquê. No entanto, esse crime cometido pela gestão Peter Siemsen sempre deixou no ar uma possibilidade de volta em nossas mentes, o torcedor sempre quis seu capitão em casa novamente, mas a gestão seguinte, a de Pedro Abad, nunca trouxe essa possibilidade, pelo contrário, Fred ainda saiu do Atlético MG pro Cruzeiro, e esse sonho se tornava cada vez mais distante, e talvez, nunca se concretizasse se a flusócio ficasse no poder pelos próximos dois anos.
Nesse meio tempo em que Fred saiu não carecemos de camisa 9, nossa 9 é mítica e qualquer um que a veste já temos a certeza de que teremos um artilheiro. Nós carecemos foi de gestão, de visão financeira e de futebol. Com Pedro Abad fomos tratados não só como palhaços como também de chacota pela mídia. Foi um presidente que quando não errava em suas escolhas pra dentro das quatro linhas, errava para fora, Abad dispensou nosso ídolo e Bicampeão brasileiro Cavalieri por telefone, bem como o zagueiro Henrique, que na época jogava como capitão. No ano seguinte não demonstrou o mínimo de interesse em renovar com nosso igualmente ídolo Gum, guerreiro multi-campeão e símbolo de uma era. Ainda por cima perdeu jogadores como Gustavo Scarpa e Henrique Dourado para rivais após uma excelente temporada pelo clube. Aliás, Scarpa ainda conseguiu uma rescisão na justiça por falta de pagamento... Nossa imagem estava completamente destruída.
Dourado que fez mais de 30 gols em 2017 foi substituído por Pedro, também goleador com nossa camisa 9. Pedro foi tão querido por nós tricolores, tanto beijou nosso escudo e fez juras de amor que recebeu de nós um enorme carinho com a música de nosso maior ídolo contemporâneo, ouviu de nós "O Pedro vai te pegar", em alusão ao "Fred vai te pegar". Não havia um tricolor que não visse no Pedro uma possibilidade dele ser um grande ídolo, de ser um grande jogador, e isso tudo virou ladeira a baixo em pouco tempo.
A chegada de Mário Bittencourt com apenas 3 meses de clube já mostrou uma mudança de postura, Pedro, jogador da base do Fluminense, "cria de Xerém" como carinhosamente chamamos nossos jogadores aqui formados, estava tendo contato com o Flamengo, gostaria de ouvir uma proposta. Como? Como assim nosso camisa 9, goleador, queria ouvir uma proposta do rival? É... Toda a idolatria que se tornava possível futuramente por Pedro, como ocorre hoje pelo Richarlison, se tornou numa raiva sem tamanho, só que de certa forma, importante. Pedro nos mostrou que ele não era ídolo, que jamais seria, que o tricolor só estava carente, que a saída de Fred em 2016 deixou um vácuo tão grande em nossos corações que qualquer um que vestisse a 9 e fizesse alguns gols já ganharia status. E a realidade é que nenhum deles foi o Fred. A atitude de Mário em se recusar a vender Pedro pro Flamengo nada mais foi que uma atitude de torcedor, e igualmente como torcedor aplaudo até hoje ele de pé. Não existe vender jogador da forma como foi pra um rival, isso é inconcebível, ele já se queimaria como presidente logo de início, se o Pedro quisesse tanto jogar no rival, que saísse pela multa ou que fosse para outro clube e depois arrumasse seu jeito de ir para lá, e assim foi feito.
Mário apesar de ainda estar no seu início de gestão mostrou postura, errou e acertou em algumas decisões, mas em meio a pandemia só faz golaço pra nossa torcida, e a volta do Fred foi o seu gol de placa. A realização de um sonho que já durava mais de 4 anos, o regresso do nosso maior ídolo da era moderna. Fred que segundo nosso presidente será o símbolo dessa restruturação do clube após uma crise tão profunda em que estivemos desde sua saída.
A volta de Fred traz a nós tricolores a nostalgia de uma época vitoriosa, cheia de glórias, na qual toda semana a única certeza era de que o grito de "O Fred vai te pegar" iria acontecer. E agora a certeza é de que não vai faltar garra nem gana dentro de campo, a esperança de que o Fluminense vai voltar a manter os seus jogadores, de que vai repatriar aqueles que aqui fizeram sua imagem e sua história, como o novo sonho de ter Thiago Silva nas laranjeiras. O regresso de Fred é um símbolo, é muito mais que só um jogador, é uma convicção de novos dias dourados, porque um time com ídolos, é um time que pode chegar a qualquer lugar.
O Fluminense de Fred traz ao tricolor um sentimento parecido com aquele que clubes argentinos já estão acostumados a ter, da volta de seus grandes ídolos. Seja com Milito no Racing, ou como já trouxe diversas vezes ao torcedor do Boca Jrs com Riquelme e Tevez. O retorno de um grande ídolo engrandece a imagem do clube, atrai patrocínio e principalmente, traz ao torcedor e ao próprio elenco a sede de vitória. E em seu próprio contrato Fred tem a possibilidade de ser embaixador, o que já é uma mostra de que sua presença dentro do clube será algo engrandecedor, assim como também ocorre tanto em times argentinos com os já citados, quanto em times europeus também. Sua vinda, de bicicleta, por 600km, mostra a nós tricolores mesmo antes dele pisar nos gramados que nosso capitão está mais ativo do que nunca, com mais garra do que já teve em qualquer ano de sua carreira. E não, não existe a possibilidade de dar errado, o único erro nisso tudo foi seu divórcio em 2016. Fred e Fluminense juntos é como Romário e Bebeto, Washington e Assis, Maradona e Careca, Pelé e Garrincha. É um casamento que mesmo que não tenha sua presença dentro de campo em todos os jogos e ele fique apenas no banco já será de uma dimensão imensurável ao coração verde branco e grená. Esperamos muito tempo pelo retorno de nosso capitão, mas como já diz no nosso hino: "Quem espera sempre alcança", e nossos dias de glórias estão para voltar.
submitted by svltmattew to nense [link] [comments]


2020.05.18 20:45 iceicebeibe Pensamentos suicidas.

Olá, tenho 22 anos e no momento estou sufocando com pensamentos suicídas. Passei por muita coisa difícil, um relacionamento de 7 anos que acabou comigo, um pai abusivo e narcisista, abuso sexual, decepções em relação a estudos e carreira profissional. Juntou todas essas coisas as quais eu estava começando a aprender a lidar no começo do ano, porém depois da quarentena eu regredi totalmente. Ainda por cima minha faculdade adotou o EAD, e sinceramente, com todos esses sentimentos ruins, ansiedade, essa porra do bolsonaro, morar sozinha, eu sinceramente não estou conseguindo fazer praticamente nada do que deveria. Passei bons anos da minha faculdade não rendendo e perdi várias matérias por estar numa depressão fudida, quando finalmente eu saio disso...
Sinceramente tento pensar que tudo tem jeito, mas ao mesmo tempo me culpo por não ser ninguém, e não estar nem próximo disso. Já aguentei essa depressão desde a infância, eu preciso descansar, e a morte me parece uma forma burra porém eficiente para isso.
Desculpe, não quero dar sentimentos ruins a quem estiver lendo, já está tudo tão dificil... mas eu não consigo mais.
Cuidem das pessoas proximas a vocês, deem atenção aos seus amigos mais próximos, perguntem se estão bem. Falta amor no mundo, falta bom senso.
Esse desabafo foi confuso, mas condizente com minha situação. Minha mente está bagunçada e acho que não a pretendo arrumar mais.
Beijos
submitted by iceicebeibe to desabafos [link] [comments]


2020.05.07 10:37 hanoisky El Portugués, de Paulo Futre e Luis Aguilar

SINOPSE
Paulo Futre foi o primeiro jogador português a fazer história em campeonatos internacionais. Nasceu no Montijo e começou a jogar futebol assim que começou a andar. O seu talento levou-o a entrar no Sporting ainda em criança. Saiu para o Porto com 18 anos, na primeira grande transferência polémica do futebol português. Ao serviço dos dragões, tornou-se num dos jogadores mais cobiçados do futebol mundial, depois de ter ganho a Liga dos Campeões (1987). Ultrapassando a concorrência, o Atlético de Madrid contratou Paulo Futre através do excêntrico presidente Gil y Gil. Começou aí uma relação de amor e ódio entre os dois, que marcou o futebol europeu. Futre tornou-se no maior símbolo da história do clube. Passou ainda por Benfica, Marselha, AC Milan, Regianna, West Ham ou Yokohama Flugels e foi internacional por Portugal em todas as categorias, tendo sido o jogador mais jovem de sempre a vestir a principal camisola da selecção nacional.
A sua raça e o seu talento transformaram-no num dos melhores jogadores do mundo das décadas de 80 e 90, marcando uma geração de futebolistas e de adeptos que jamais esquecerá a sua forma peculiar de estar no futebol e na vida. Depois de pendurar as chuteiras, continuou ligado ao desporto do seu coração, como empresário e dirigente.
Ao longo dos últimos 30 anos, muito se disse sobre a sua vida e carreira. Neste livro terá a grande oportunidade de conhecer todas as histórias contadas pelo próprio. Muitos relatos exclusivos. Na primeira pessoa. Um testemunho genuíno, excêntrico e alegre de um os maiores futebolistas de sempre.
Sócios e sócias, sejam bem-vindos ao mundo de Paulo Futre.
ePUB
submitted by hanoisky to Biblioteca [link] [comments]


'Quando Sento che mi Ami' - Sissel and Jose Carreras Jose Carreras - Memory - YouTube Regata de crochê ♦ PROFISSÕES DIFERENTES - The Sims 4 Tony Carreira - Não desisto de ti (Official Video) - YouTube Vídeos Levyrroni ♡Mai♡will #williamLevy ♥MaitePerroni(5) Tony Carreira - Sonhos de menino (Official Video) - YouTube OS AMORES DE ODETE ROITMAN Porta coque de flores super lindo e fácil de fazer. Jose Carreras - Parlami d'amore, Mariu - YouTube

Priscilla Rozenbaum - IMDb

  1. 'Quando Sento che mi Ami' - Sissel and Jose Carreras
  2. Jose Carreras - Memory - YouTube
  3. Regata de crochê
  4. ♦ PROFISSÕES DIFERENTES - The Sims 4
  5. Tony Carreira - Não desisto de ti (Official Video) - YouTube
  6. Vídeos Levyrroni ♡Mai♡will #williamLevy ♥MaitePerroni(5)
  7. Tony Carreira - Sonhos de menino (Official Video) - YouTube
  8. OS AMORES DE ODETE ROITMAN
  9. Porta coque de flores super lindo e fácil de fazer.
  10. Jose Carreras - Parlami d'amore, Mariu - YouTube

Videoclip Tony Carreira - Não desisto de ti Espacial 'Говори мне о любви, Мария'. Музыка Чезаре Андреа Биксио. Слова Эннио Нери. Поет Хосе Каррерас. Le stelle chiamano. La notte va. Il giorno che vivrò non morirà. Il mondo cambierò solo per te. È impossibile, ma non per me. I wanna hold you close Under the rain I wanna kiss your smile And ... Olá meus amores,sejam todas bem vindas ao canal ️ ️ espero que gostem dos vídeos,faço com muito amor MEDIDAS: TAM P: ALÇA 22 CARREIRAS; BOJO 11 CARREIRAS Ei meu amores, o vídeos de hoje são novas Carreiras/Profissões no The Sims 4 para vocês poderem jogar ️ Eu traduzi elas para o português , não fui eu quem fiz , deixarei os criadores com a ... Tony Carreira - Sonhos de menino (Official Video) Tema incluído no cd - 'Coração perdido' Cd disponível em: Loja online https://espacial.pt/artista/tony-ca... Vídeos fotos entrevista tudo sobre as carreiras dos meus dois amores #williamLevy ♥#MaitePerroni. Olá meus amores , se inscreve no canal se ainda não é inscrito. Material do coque 20 cm de manta de estrasse com 3 carreiras 2 pedaços de fita n3 28cm Cola quente Esqueiro Deixa nos ... apesar de milionária, Odete Roitman nunca encontrou um grande amor. MUSIC OF THE NIGHT - Jose Carreras Sings Andrew Lloyd Webber